Gás de cozinha terá reajuste de 8,2% a partir do dia 1º de agosto

Acelen diz que os preços dos produtos seguem critérios de mercado

Gás de cozinha terá reajuste de 8,2% a partir do dia 1º de agosto
Imagem: Reprodução

É bom os consumidores baianos prepararem o bolso, porque assim que virar o mês, na segunda-feira (1°), o Gás Liquefeito de Petróleo (GLP), usado na cozinha, ficará 8,2% mais caro. A Acelen, empresa responsável pela refinaria de Mataripe, anunciou o aumento nesta quinta-feira (28) e justificou que os preços dos produtos seguem critérios de mercado. 

“A Acelen informa que os preços dos produtos produzidos pela Refinaria de Mataripe seguem critérios de mercado que levam em consideração variáveis como custo do petróleo, que é adquirido a preços internacionais, dólar e frete”, informou a empresa. 

É o segundo aumento consecutivo realizado pela empresa. A Acelen revisa os preços todo dia 1° de cada mês. Em maio, houve uma redução de 10,7% e em junho, um aumento de 7,6%.

Ainda não se sabe qual será o valor do repasse do reajuste para os consumidores. Mas, atualmente, a média de preço do botijão de 13 quilos em Salvador oscila entre R$ 130 e R$ 140  para os consumidores finais do produto. 

Fonte: Correio24horas