Lula é preferido na opinião dos baianos à presidência em 2018, aponta Paraná Pesquisas Lula é preferido na opinião dos baianos à presidência em 2018, aponta Paraná Pesquisas
política
Lula é preferido na opinião dos baianos à presidência em 2018, aponta Paraná Pesquisas
Conteúdo publicado em 12/06/17
Pré-candidato às eleições de 2018, Luiz Inácio Lula da Silva (PT) é o preferido a ocupar o Palácio do Planalto na opinião dos baianos.

O petista dispara na frente em todos os cenários elencados no levantamento feito pelo Paraná Pesquisas.

Para 42,7% dos 1.510 eleitores ouvidos em 70 municípios da Bahia, Lula deve ser o próximo presidente do Brasil.

O segundo mais indicado na pesquisa é o conservador Jair Bolsonaro (PSC-RJ), que aparece com 12,8% das intenções de voto. Outros possíveis candidatos listados são Ciro Gomes (PDT-SP), com 8,4%, a presidente da Rede, Marina Silva, com 7,9%, o ex-presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) Joaquim Barbosa, com 6,4%, o prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), com 5,1%, o atual presidente Michel Temer (PMDB) com apenas 0,8% e Ronaldo Caiado com 0,5% das intenções de voto.

Enquanto 3,9% ainda não saberiam dizer em quem votariam, 11,5% não escolheriam qualquer um desses pré-candidatos. Quando ocupa o lugar de Doria, o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB-SP), aparece como preferido para 4,3% dos eleitores. Assim, a pesquisa mostra que Bolsonaro sobe para 13,4% das intenções de votos, herdando os votos antes atribuídos ao prefeito da capital paulista.

Na pesquisa discriminada por sexo, é possível notar que Lula tem mais apoio das eleitoras, que representam 46,0%, do que dos eleitores, com 39,1%.

Com Bolsonaro, segundo colocado na pesquisa, ocorre o oposto: 18,8% dos homens e 7,2% das mulheres o elegeriam. Na divisão por faixa etária, ambos os pré-candidatos têm mais expressividade com os eleitores entre 16 a 24 anos. Com 40,0% das intenções, Lula pontua menos com o público de 25 a 34 anos.

Já Bolsonaro tem o menor índice com eleitores de 60 anos ou mais. Apesar da vertente conservadora, o deputado marca 5,9% das intenções de voto. No quesito escolaridade, o petista é o preferido de 48,7% dos eleitores com ensino fundamental, 40,7% dos eleitores com ensino médio e 27,0% dos eleitores com nível superior.

Os eleitores do deputado fluminense vão no sentido contrário: 8,9% dos entrevistados com ensino fundamental, 15,4% com ensino médio e 18,0% com ensino superior o elegeriam.

ESTAMOS PREPARANDO UM NOVO PORTAL PARA VOCÊ. AGUARDE!


Rede News Online 2011 - 2017 © Todos os direitos reservados - Total de Visitas: 1538147 - Online Agora: 25