Saúde e coleta de lixo faz prefeito de Rio Real decretar situação de emergência Saúde e coleta de lixo faz prefeito de Rio Real decretar situação de emergência
região
Saúde e coleta de lixo faz prefeito de Rio Real decretar situação de emergência
Conteúdo publicado em 08/01/17
A cidade de Rio Real, desde a última terça-feira(02), está com a situação de emergência decretada pelo novo prefeito, Antonio Alves dos Santos, o popular Carroça. O prefeito decretou a situação de emergência pela grave situação da saúde pública e da coleta de lixo no município.

De acordo com a determinação do prefeito, a não adoção de medidas capazes de evitar irreparáveis danos à saúde pública acarretará risco eminente à população. O prefeito alega ainda que a secretaria municipal de saúde e a secretaria municipal de obras e serviços urbanos elaboraram relatórios que apresentam a grave situação da saúde pública municipal e da limpeza urbana.

O chefe do executivo municipal afirma que não houve aditamento por parte da gestão anterior, dos contratos pertinentes à área da saúde e limpeza pública, mesmo tendo sido requeridos por seus representantes na comissão de transição de governo. Aponta ainda a precariedade em que se encontram os prédios e residências alugadas onde funcionam as unidades de saúde da família, bem como o caos existente na rede hospitalar do município, decorrente da falta de equipamentos médicos, medicamentos hospitalares, material laboratorial, material de limpeza e o péssimo estado da infraestrutura do prédio do hospital municipal.

Não obstante, o prefeito cita também a grave situação da limpeza pública, decorrente do precário serviço de coleta de lixo, em virtude da inexistência de recursos humanos, veículos, materiais e equipamentos para proceder ao seu recolhimento.

Com todos esses problemas, o prefeito não viu outra saída a não ser decretar situação de emergência, para assim tentar soluciona-los o mais breve possível. Entre as medidas que pretende adotar, o prefeito cita: contratação imediata de médicos, enfermeiros, farmacêuticos, técnicos em enfermagem e auxiliares de serviços gerais; e contratação de locação e aquisição de ambulâncias.

Do NewsInfoco

Rede News Online 2011 - 2017 © Todos os direitos reservados