Sábado, 22 de Setembro de 2018
Região
Sem rabecão no IML de Alagoinhas, corpos aguardam até 12 horas por remoção
Imagem: Reprodução internet
Publicado em 11/09/2018

Com um rabecão quebrado há mais de 30 dias, o serviço do Departamento de Polícia Técnica (DPT) do município de Alagoinhas (BA), está comprometido.

O DPT de Alagoinhas atende a 42 cidades, para tentar melhorar o problema, o DPT está contando com um rabecão emprestado da cidade de Santo Amaro da Purificação, município do Recôncavo baiano.

Os corpos estavam sendo recolhidos pelas funerárias para o necrotério. A situação é desgastante e parece que o assunto não interessa aos candidatos a Deputado Estadual de Alagoinhas.

Segundo um funcionário do IML local, que preferiu não se identificar, informou ao site Luciano Reis Notícias que o motor do rabecão bateu e o serviço está avaliado em R$ 30 mil.

Por: Luciano Reis notícias
Comentários
veja também
Rede News Online 2011 - 2018 © Todos os direitos reservados - 18 usuários online - Páginas visitadas hoje: 6660