Quinta, 17 de Agosto de 2017
Esplanada
Políticos, secretários e população discutem por mais de 12 horas em Conferência de Saúde
Imagem: Ascom PME
Publicado em 10/08/2017

Com o tema Saúde é um direito: e o SUS é para todos, dezenas de participantes, políticos, secretários e funcionários da saúde abriram a Conferência na noite desta quarta-feira (09).

A cerimônia aconteceu no auditório do Colégio Antônio Carlos Magalhães e contou com o credenciamento, formação da mesa, apresentação cultural do Apae Esplanada, solenidade de abertura, leitura e aprovação do regimento interno, Palestra Magna: Saúde é um direito: e o SUS é para todos e encerramento com Coffee Breack.

Na manhã desta quinta-feira (10), os participantes voltaram ao colégio e iniciaram as atividades em grupos, após palestra norteadora para formação dos eixos.

Sete eixos foram formados: Vigilância em Saúde e Atenção Integral á Sáude, Saúde e Inclusão Social, Gestão do Trabalho e Educação na Saúde, Participação e Controle Social, Planejamento, Gestão de Recurso e Instrumento de Gestão, Rede e Processo Regulatório em Saúde e Assistência Farmacêutica.

Foto: Ascom PME/Alex

Após adequação nos eixos os esplanadenses iniciaram as discussões e elaborações das propostas.

Todas as provocações foram digitadas e levadas para plenária para apreciação e aprovação das mesmas. Cerca de dez delegados foram eleitos e tiveram direito ao voto, os demais participantes tinham apenas direito a voz, de acordo o regimento interno aprovado na noite anterior.

Posteriormente as aprovações e reprovações foram entregues o certificados, Coffee Break e encerramento.

De acordo a organização o objetivo foi promover a ampla discussão sobre a realidade da saúde no município, no Brasil e das políticas públicas da área, para contribuir o plano nacional, no fortalecimento e na consolidação do SUS, em vista da melhoria da qualidade dos serviços, do acesso e da vida da população.

Foto: Ascom PME/Alex

O Sistema Único de Saúde - SUS é uma forma de política pública implantada através da Lei n° 8.080/1990, que traz um rol de princípios, objetivos e garantias inerentes à efetivação da saúde, garantindo, assim, a aplicação do direito fundamental de proteção à saúde.

A lei n° 8.080/1990, em seu artigo 2° elenca os princípios do programa de proteção à saúde, instituídos no artigo 196 da Constituição Federal de 1988. Os princípios estabelece que todos os cidadãos possua acesso gratuito aos serviços de saúde, implantados por políticas públicas. Não há distinção de classe social ou restrição ao uso do Princípio da igualdade.

Por: Eliel Ramos
Comentários
veja também
Rede News Online 2011 - 2017 © Todos os direitos reservados - 13 usuários online - Páginas visitadas hoje: 10850