Segunda, 16 de Setembro de 2019
Após 13 anos em queda, hanseníase volta a crescer no Brasil
Brasil
em 16/07/2019
imagem: Reprodução/Internet
fonte: Bahia Notícias
Após 13 anos em queda, hanseníase volta a crescer no Brasil

Dados do Ministério da Saúde indicam que em 2018 28.657 brasileiros receberam o diagnóstico de hanseníase no país. Um aumento de 14% em relação a 2016, ano em que foram registrados 25.214 novos casos. O aumento é registrado após mais 10 anos de queda nos índices.

O dermatologista e hansenólogo assessor do Programa Nacional de Controle da Hanseníase, Mauricio Lisboa Nobre, destacou durante entrevista à Folha de S. Paulo que o aumento mostra que ações pontuais do governo brasileiro para detectar novos casos em áreas com maior manifestação da doença foram efetivas, mas que o sistema falha em manter uma rotina de prevenção.

“É uma falha do sistema de saúde de conseguir manter a cobertura de comunicantes [pessoas que vivem com doentes sem tratamento] na rotina de trabalho diário. Nossa estrutura de saúde é desenhada para que os profissionais estejam inseridos na comunidade, mas na prática essas equipes não conseguem atingir um alto nível de exame de comunicantes”, diz.