Terça, 17 de Outubro de 2017
O "efeito BAE" que precisamos
O "efeito BAE" que precisamos
Valéria Villares

Sobre Valéria Villares
Psicóloga, musicista autodidata, praticante de Arte Marcial, orientadora social.

Quando Pedro queria ser Roberto, ele perdia o encanto, ele não tinha mais a capacidade de atrair pessoas. Quando Beatriz queria ser Alda, ela perdia o sorriso mais cativante; Alda era muito séria, não que fosse um problema, mas o momento pedia mais evidencia.
Assim acontece com boa parte de nós, quando não nos dispomos a encontrar Nossa essência. Olhe que ela não está tão longe assim, ainda que pouco tangível inicialmente. Requer um afunilamento, para filtrar quanto temos do outro e saber usar isso, mas principalmente, evidenciar o quanto de nós está oculto e que é potencial.

Todo ser humano possui habilidades das quais desconhece, alguns por buscar excessivamente aquilo que é apresentado como ideal, como padrão, outros por medo de desbravar seus próprios conteúdos.

Vivemos um momento em que o bombardeio de informações conecta e desconecta muito facilmente, até a mais organizada/ponderada das mulheres, ou o mais consciente dos homens, como um embaraço.

A informação é essencial para continuidade, aperfeiçoamento, direcionamento, mas de forma alguma pode ser fator que anula nossas peculiaridades. Que nos paralisa, que nos põe em constante alerta. Mas somente isso, causando efeitos negativos.
A palavra desacelerar - para muitos, é uma ameaça. “Se desacelero perco meus resultados”, “Não tenho tempo para essa descoberta”, mal imaginam, que através da descoberta de determinadas características poderiam ter um avanço considerável, nas suas diferentes esferas de vida; consequentemente nos seus resultados.
O que nos impulsiona é geralmente a descoberta e a partir daí a atitude. A propósito, como anda o seu grau de atitude? Talvez ela precise passar pelo autoconhecimento, gerando em breve a ação.

Conheça muito o que é externo, mas perceba bastante você. Por que não, colocar em prática o "efeito BAE"? “Before Anyone Else” ou “Antes de Todo Mundo”. Alguns entenderão como egoísmo, mas essa é uma compreensão que neste caso, quem sabe mude com a segunda leitura? Simplesmente acenda, e com isso incendeie tudo ao seu redor da melhor maneira possível. Acredite mais, seu mundo é mais.

Postado em 28 09 2017

Valéria Villares
Postado em 28 09 2017
Lula Ribeiro
Postado em 27 09 2017
Ari Dantas
Atualizado em 27 08 2017
Valéria Villares
Atualizado em 26 08 2017
Lula Ribeiro
Postado em 24 08 2017
Aroldo Dias
Atualizado em 08 08 2017
Valéria Villares
Atualizado em 04 08 2017
Rede News Online 2011 - 2017 © Todos os direitos reservados - 11 usuários online - Páginas visitadas hoje: 15723